Facebook Clic BetimTwitter Clic BetimYoutube Clic Betim

Sábado, 19 Agosto 2017 | Login

Sem citar nomes, Marcos Roberto (PRB) desferiu duras críticas ao primeiro escalão do governo e disse que vai pedir formalmente a saída daqueles que não respondem à Casa

Sem citar nomes, Marcos Roberto (PRB) desferiu duras críticas ao primeiro escalão do governo e disse que vai pedir formalmente a saída daqueles que não respondem à Casa Marcos Roberto disse que vai pedir a cabeça de gestores

Sem citar nomes, Marcos Roberto (PRB) desferiu duras críticas ao primeiro escalão do governo e disse que vai pedir formalmente a saída daqueles que não respondem à Casa.

A crise interna enfrentada pelo governo Carlaile Pedrosa (PSDB), que anda dividido desde que o tucano trouxe boa parte de seu secretariado de fora, causando, assim, desconforto nos integrantes da atual gestão que nasceram ou viveram boa parte de suas vidas em Betim, se agravou nesta semana.

Logo após O Tempo Betim mostrar na edição da semana passada o clima de revanche dos secretários de fora com aqueles que são da cidade, alguns vereadores da base governista também decidiram expor, durante a reunião da Câmara da última terça-feira (1º), o seu descontentamento com o primeiro escalão do governo Carlaile.

A fila de insatisfeitos na Câmara foi puxada pelo vereador Marcos Roberto (PRB), que soltou o verbo e disse que na próxima semana vai solicitar oficialmente a demissão de um dos integrantes do alto escalão do governo. "Eles (secretários) estão lá para servir os vereadores, que são a voz do povo". “Na próxima semana, eu vou pedir formalmente a demissão daqueles que não respondem a requerimentos desta Casa. Eu tenho ofício de mais de três meses para um secretário, que não deu a mínima. Enquanto isso, o secretariado só fica lá, sentado, cortando investimento em saúde, educação e cultura. O secretariado tem a obrigação de responder aos vereadores”, acrescentou.

Roberto não quis revelar o nome do secretário de quem pretende pedir a “cabeça”, mas, segundo informações de bastidores, a insatisfação do vereador seria com o secretário de Administração, Wagner Lara, um dos nomes do alto escalão que anda descontente com a chegada do grupo de fora, que tem conseguido concentrar as decisões mais importantes do governo.
Segundo Roberto, os secretários estão atrapalhando a gestão. “Muitos não estão nem aí. Estão sepultando, enterrando a administração de Betim”, declarou.

Apoio

Marcos Roberto recebeu o apoio de outros parlamentares, como Joaquim Bracinho (PP), Eliseu Xavier (PTB), Dimas do Caxias (PROS) e José Afonso, o Pãozinho (PV).

“Tem meia dúzia de secretários que o Carlaile já deveria ter posto na rua. Não sabem tratar os vereadores nem o povo”, criticou Bracinho.

O líder do governo também fez coro às críticas. “Nós temos alguns, como a Zizi (Governo), o Beto (Esportes), o Dinho (Infância), o Fabrício (Desenvolvimento Econômico) que pelo menos nos atendem, respondem. Mas têm muitos outros que o Carlaile já deveria ter mandado embora, pois não produzem nada”, declarou Eliseu Xavier (PTB). “O prefeito tem que tomar providências, se isso não acontecer, esta Casa tem que agir”, completou.

Pãozinho (PV), que é um dos defensores do prefeito, também desferiu críticas aos gestores municipais. “Tem secretário que está de brincadeira, manda projeto sacana para cá e somos nós que sofremos com isso”, afirmou.

“Fica parecendo que quem manda na cidade são alguns secretários. Então, que eles tomem a cadeira do prefeito”, acrescentou Dimas do Caxias (PROS).

Procurada pela reportagem, a prefeitura não quis se pronunciar sobre a insatisfação dos vereadores.


Compartilhe  compartilhe

botao_facebook botao_twitter botao_google

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar