Facebook Clic BetimTwitter Clic BetimYoutube Clic Betim

Sábado, 22 Julho 2017 | Login

Em 10 dias os casos de dengue dobraram em Betim

Em 10 dias os casos de dengue dobraram em Betim

Somente entre 2 a 12 de março, município confirmou outros 322 casos da doença; população reclama que falta prevenção.

Dados divulgados nesta semana pela Secretaria Municipal de Saúde mostram que os casos confirmados de dengue dobraram em Betim em apenas dez dias. Segundo a pasta, até quinta-feira (12), 653 vítimas já haviam sido diagnosticadas com a doença – 97% a mais que o total contabilizado no último balanço feito pelo município, neste ano, divulgado no dia 2 de março.

O número de notificações também cresceu assustadoramente, passando de 938 para 2.132. Atualmente, 1.032 casos são investigados.

O fato deixa a população em alerta, visto que em 2013 Betim atingiu uma taxa de incidência de 1.300 casos por 100 mil habitantes, com 5.084 notificações. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), para se considerar uma epidemia, o número de notificações deve passar de 300 por 100 mil.

Por causa do surto da doença, moradores têm se queixando de que faltam ações de prevenção da prefeitura. Nesta semana, a reportagem de O Tempo Betim registrou imagens chocantes até mesmo em um espaço público mantido pela própria administração municipal: o Parque Ecológico Edmeia Braga, conhecido como Matinha do Ingá, no bairro Bueno Franco. O excesso de mato, lixo e entulho tem servido de criadouro para o mosquito Aeds Aegypti.

“Há mais de um ano esse parque, que foi inaugurado para ser um espaço de lazer, encontra-se sujo, com vários montes de entulho e depredado. Antigamente, eu trazia meus filhos para passear aqui, mas, hoje, não faço mais isso”, afirmou uma moradora, que pediu para não ser identificada.

Moradores do Vianópolis também se queixam do surto da doença. Elas reclamam que Agentes de Controle de Endemias (ACEs) não são vistos na região combatendo os focos do mosquito, além de faltar o fumacê. “A gente tenta fazer a nossa parte, eliminando os focos do mosquito dentro de casa, mas, infelizmente, boa parte da população não tem consciência e joga lixo e entulhos nas ruas e em lotes vagos”, disse o operador industrial André Luiz da Silva. Na quinta (19), ele ainda se recuperava da doença. “Estou há sete dias passando muito mal, com febre, dor no olho e fraqueza”.

Ranking em Minas

Números da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgados no dia 20 de fevereiro revelaram que Betim já era a 2ª em Minas Gerais em casos de dengue. Em primeiro lugar no Estado estava Uberlândia.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Betim informou que, com o intuito de mobilizar e conscientizar a população sobre a importância do cuidado diário para evitar o surgimento de focos e criadouros do mosquito Aedes aegypti, a Secretaria Municipal de Saúde tem realizado uma ação integrada em diversos bairros da cidade, como o Cachoeira e o Vianópolis. A próxima ação acontecerá neste sábado (21), no Angola.


Compartilhe  compartilhe

botao_facebook botao_twitter botao_google

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar